loading...

X
Qual é o melhor para cada cliente?

Qual é o melhor para cada cliente?

Os dois formatos são ótimas ferramentas de comunicação, desde que se tenha em mente qual público deve ser atingido. Apesar do vídeo ter quase o dobro do alcance do GIF, isto não quer dizer que o segundo formato deve ser abandonado, já que a estratégia de segmentação de público é fundamental para que a escolha correta seja feita. De qualquer modo, o vídeo continua sendo o formato que mais gera alcance, pois permite a realização de looklike, uma ferramenta do Facebook Ads que busca público com interesses semelhantes, direcionando de forma mais assertiva o público que se pretende atingir com a campanha. Então, mesmo com as várias qualidades que o vídeo traz, o GIF também tem as suas e não deve ser deixado de lado, pois além de criativo e com carregamento rápido, ainda é um jeito diferente e divertido de se comunicar. Quer saber se a sua marca está... CONTINUE READING
Consumo de vídeos na internet dispara e chega à casa dos 90% de crescimento em apenas três anos

Consumo de vídeos na internet dispara e chega à casa dos 90% de crescimento em apenas três anos

Uma pesquisa feita pela Provokers para o Google e Meio & Mensagem mostrou que cerca de 90% dos usuários de internet no Brasil hoje vêm tomando gosto pelos vídeos online. O levantamento inédito coletou dados de 1.500 pessoas de todas as regiões do Brasil e descobriu que assistir a vídeos pela internet tem caído no gosto do povo e este hábito vem crescendo a passos tão largos que já está quase alcançando a TV tradicional. Se antes as pessoas passavam horas à frente do televisor, hoje passam horas no smartphone, computador ou tablet. De acordo com a pesquisa, enquanto o consumo de vídeos na internet cresceu 90,1%, a quantidade de horas que se passa à frente da TV cresceu humildes 3,1% mostrando total domínio da internet sobre a “ultrapassada” Televisão. Os entrevistados declaram seu amor pelo serviço de stream Youtube alegando prezar pela liberdade de escolha e o fato de... CONTINUE READING
Design Thinking – metodologia que abre a cabeça para resolver os problemas e inovar nos negócios

Design Thinking – metodologia que abre a cabeça para resolver os problemas e inovar nos negócios

Design Thinking é um conjunto de métodos e processos utilizados para identificar e abordar problemas, com o qual se gera um pensamento criativo – ou seja, uma forma de pensar negócios com criatividade, através de maneiras pouco convencionais. Esta metodologia está relacionada, basicamente, a levantamento de informações, análise de conhecimento e proposta de soluções. Numa tradução mais literal, Design Thinking se refere à maneira do profissional buscar soluções de qualquer natureza, utilizando o pensamento abdutivo, ou seja, ter um tipo de raciocínio “fora da caixa”. Dessa forma, o designer busca formular questionamentos através da compreensão dos fenômenos, com observação do universo do problema. Entender que o Design Thinking não é só responsabilidade do Designer, mas de todos, é muito importante para seu startup funcionar. As experiências tornam o seu produto ou serviço mais palpável e colocá-las em prática garante um retorno mais rápido. O mais importante é considerar que Design... CONTINUE READING
Itaú larga na frente e é a primeira marca a usar o WhatsApp para empresas.

Itaú larga na frente e é a primeira marca a usar o WhatsApp para empresas.

A versão do WhatsApp para empresas começa a ser testada no Brasil a partir deste mês, informou, em comunicado, o aplicativo, nesta terça-feira, 5. De acordo com o WhatsApp, o serviço permite que consumidores possam interagir com empresas e estabelecimentos, grandes ou pequenos. A primeira marca a usar o serviço no Brasil é o Itaú. De acordo com texto publicado no blog do WhatsApp, o objetivo é “facilitar o contato entre pessoas e negócios com os quais elas queiram se comunicar”. No caso do Itaú, o uso inicial será feito por clientes Personnalité Digital, porém, com o projeto de expandir para clientes de outras modalidades. O principal foco estratégico da versão do WhatsApp para empresas é criar um canal de monetização para o aplicativo, comprado em 2014 pelo Facebook por US$ 22 bilhões. No início de junho, em entrevista ao Estadão, Brian Acton, fundador do WhatsApp, afirmou que já estava... CONTINUE READING